Alarmes em alimentos e segurança reforçada. Supermercados enfrentam cada vez mais roubos de produtos de primeira necessidade

21 out, 11:26

O número de furtos em supermercados está a disparar nos últimos meses - um período de grande aumento nos preços.

De acordo com o jornal "Expresso", só entre janeiro e junho já foram reportados às autoridades 452 furtos em super e hipermercados. Se a média se mantiver até dezembro, o aumento vai ser de 40%em relação ao ano passado.

Tanto as empresas que fazem a segurança, como as proprietárias dos supermercados dizem que grande parte dos furtos são feitos por pessoas em dificuldades em conseguir dar resposta às necessidades básicas de alimentação, a quem o salário e a pensão já não basta numa altura de grande inflação.

Economia

Mais Economia

Patrocinados