"Acordávamos e adormecíamos ao som das explosões": mais de quatro milhões já fugiram da Ucrânia

2 abr, 14:07

Quase 40 dias após o início da invasão russa da Ucrânia, o número de refugiados não para de atravessar as fronteiras, sobretudo para a Polónia, que enfrenta o maior fluxo de ucranianos em fuga. Quem chega à fronteira, não esquece o som das explosões e o medo que sentiam no meio da guerra.

Europa

Mais Europa

Patrocinados