Abusos sexuais na igreja em Famalicão: pedido de perdão só chegou 20 anos depois da primeira denúncia

3 out, 22:23

Durante décadas, um padre da igreja de Joane, em Famalicão, abusou de várias crianças no confessionário. As denúncias são antigas, mas também chegaram ao bispo de Braga. Mais uma vez, o caso acabou abafado. Algumas das vítimas, hoje adultas, confirmaram os abusos à TVI/CNN Portugal.

Só depois do caso ter vindo a público, este fim de semana, a igreja decidiu pedir desculpa à Comunidade Paroquial do Divino Salvador de Joane. Contudo, o bispo do Porto veio defender-se, alegando que os abusos sexuais de menores não são um crime público, o que não corresponde de todo à verdade. 
 

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados