"A Ucrânia já atacou por duas vezes dentro da Rússia. Autorização dos aliados é para desviar as atenções das dificuldades ucranianas"

Especialista em assuntos de segurança
31 mai, 23:28

O major-general Agostinho Costa afirma que o Governo português tem razões para estar preocupado com as palavras do secretário-geral da NATO, que sugeriu que os aliados paguem equitativamente os 40 mil milhões de euros de apoio à Ucrânia.

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados