“A realidade do teletrabalho veio para ficar”, mas UGT denuncia que há empresas a usar meios ilegais para controlar trabalhadores em casa

29 mar 2023, 15:36

Um estudo da União Geral de Trabalhadores (UGT) mostra que há empresas a usar meios ilegais para controlar quem está em teletrabalho. O documento refere que quase metade das pessoas neste regime está sujeita a vigilância e controlo ilegais por parte da entidade empregadora. Este controlo pode custar 20 milhões de euros em coimas em função da dimensão das empresas.

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados