A reação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa ao ataque impedido pela PJ

11 fev, 12:19

Luís Carriço, diretor da FCUL, afirmou ter “total confiança no trabalho extraordinário” da Polícia Judiciária, e reforçou que a segurança de alunos, docentes e funcionários da faculdade “nunca esteve em causa”.

O diretor da FCUL garantiu também que a faculdade vai estar atenta "à afluência aos exames, bem como às taxas de sucesso" e que vai disponibilizar uma equipa de psicólogos "disponível para acorrer a todas as solicitações”.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados