“A coisa mais valiosa que nos podem roubar é a vida dos nossos filhos”. Multiplicam-se os protestos na Rússia

22 set, 13:37

Na Rússia, as manifestações antimobilização ecoaram em várias cidades do país e nem a implacabilidade da polícia demove os protestos. Quase 1400 pessoas foram detidas e muitos homens em idade militar recorreram à fuga. Este é o retrato da reação do povo a Putin. Centenas já se despediram das famílias para partir para o campo de batalha.  

Europa

Mais Europa

Patrocinados