A "capacidade defensiva da Ucrânia está fragilizada" mas "a cortina de ferro funcionou" nos ataques desta segunda-feira

8 jul, 15:51

Sérgio Furtado explica que as defesas antiaéreas ucranianas conseguiram intercetar "a maior parte" dos mísseis lançados pela Rússia esta segunda-feira, apesar dos constantes apelos de Volodymyr Zelensky para o reforço das mesmas. O jornalista da CNN Portugal diz ainda que "é raro um ataque maciço", como o que atingiu Kiev, "aconteça em plena luz do dia".

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados