"A Câmara Municipal de Oeiras cumpriu o que estava estabelecido na lei": as explicações de Isaltino Morais

28 out, 21:32

Isaltino Morais é o único dos autarcas visados no caso de prevaricação ainda em funções. Depois de ter cumprido pena de prisão por fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, voltou a ser presidente da Câmara de Oeiras. E foi lá que reagiu, garantindo que está de consciência absolutamente tranquila e que a autarquia não foi lesada pelos contratos feitos com as duas empresas igualmente suspeitas 
 

País

Mais País

Patrocinados