A cada 10 dias a violência doméstica faz uma vítima mortal. Cláudia foi a mais recente

25 jun, 21:17

Chamava-se Cláudia Serra, tinha 39 anos, era esteticista e morreu este sábado; deixa para trás dois filhos. Estava internada nos cuidados intensivos do Hospital de São João, no Porto, depois de ter sido atingida na cabeça por um "objeto não identificado" (que seria um ferro) e, posteriormente, baleada.

País

Mais País

Patrocinados