42 trabalhadoras protestam à porta da fábrica da Ecco devido a despedimento coletivo "frio e cruel"

Correspondente da TVI/CNN Portugal em Coimbra
13 mar 2023, 13:52

A empresa refere que está a fazer uma reorganização, mas as trabalhadoras dizem que há outros motivos.

País

Mais País

Mais Vistos

Patrocinados