12 anos de prisão para ex-comandante dos bombeiros que violou duas jovens com deficiência

7 jul, 15:06

O ex-comandante dos bombeiros voluntários de Resende foi condenado pelo tribunal de Viseu a 12 anos de prisão por ter abusado sexualmente de duas jovens com deficiência. Os abusos aconteceram na escola que as jovens frequentavam e onde este homem era funcionário.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados