Dois jovens filmados a surfar no grande canal de Veneza. Foram expulsos da cidade e vão ser processados

19 ago, 09:14
Veneza

Esta não é a primeira vez que estes dois turistas dão que falar por desrespeitar as regras italianas: em Roma, foram apanhados a descer a escadaria da Praça de Espanha de mota e entraram no Parque Arqueológico de Pompeia também de mota

“Dois idiotas arrogantes” foram filmados a passear pelo grande canal de Veneza em cima de pranchas de surf motorizadas. Foi assim que os descreveu o presidente da câmara de Veneza, Luigi Brugnaro, na passada quarta-feira, no Twitter, quando prometeu oferecer um jantar a quem os encontrasse. 

Não se sabe se o jantar foi oferecido, mas sabe-se que os dois jovens acabaram por ser identificados, tendo as pranchas, que valem cerca de 25 mil euros, sido confiscadas por não terem seguro. Além disso, de acordo com o jornal Il Gazzettino, os dois turistas foram multados em 1500 euros cada um, foram expulsos e serão processados pela cidade italiana.

Esta não é a primeira vez que estes dois turistas dão que falar por desrespeitar as regras italianas: em Roma, foram apanhados a descer a escadaria da Praça de Espanha de mota e entraram no Parque Arqueológico de Pompeia também de mota.

Atitudes como esta causam constrangimentos no trânsito aquático de Veneza, desviando a rota das gôndolas. Há vários anos que as autoridades da cidade tentam controlar o mau comportamento dos turistas, patrulhando ruas e multando pessoas. Tomar banho nos canais, andar de tronco nu, alimentar pombos ou deitar lixo para as ruas estão entre as principais razões das multas.

Recentemente, Luigi Brugnaro pediu 10 dias de prisão para um turista escocês que tomou banho no grande canal. Em 2020, um turista de nacionalidade francesa foi multado em 150 euros por ter praticado stand up paddle no grande canal e duas turistas alemãs foram multadas em 250 euros cada uma por terem apanhado banhos de sol em biquíni na igreja de San Stae.

Europa

Mais Europa

Patrocinados