Vacinação contra a covid-19 vai ser alargada a maiores de 50 anos

10 nov, 07:45
Vacina contra a covid-19

REVISTA DE IMPRENSA. Secretária de Estado da Promoção da Saúde anunciou que idade dos elegíveis para nova dose da vacina contra a covid-19 vai baixar. E garante que da reunião no Infarmed não vão sair novas medidas de contenção

A secretária de Estado da Promoção da Saúde anunciou que a vacinação contra a covid-19 vai ser alargada a maiores de 50 anos. Em entrevista ao jornal Público, a infecciologista Margarida Tavares admite que "nenhum de nós espera um inverno fácil" e apela aos mais idosos para que se vacinem contra o SARS-CoV-2. "Apesar de alguma dificuldade inicial, estamos agora na velocidade que prevíamos. Para a vacina contra a covid-19, vamos mesmo conseguir baixar a idade dos elegíveis para os 50 anos. Essa medida vai ser anunciada pela Direção-Geral da Saúde em breve", sublinha Margarida Tavares. 

A secretária de Estado revela ainda que não se tem verificado menor adeão dos idosos à vacinação, referindo que "estamos quase nos dois milhões de vacinados". 

A propósito dos internamentos e mortes por covid-19, a governante diz que estão a aumentar "muito ligeiramente" e admite que, este ano, teremos de lidar com três epidemias em simultâneo: a da covid, da gripe e do vírus sincicial respiratório. "Como infecciologista eu sabia que, volvido algum tempo, estaríamos a assistir a uma dinâmica dos vírus respiratórios que foi totalmente alterada e não me surpreende nada que o vírus sincicial respiratório se tenha antecipado e que os casos de gripe sejam mais precoces", declara Margarida Tavares. 

Sobre a obrigatoriedade das máscaras, a secretária de Estado refere que o Governo vai recomendá-las "vivamente nos espaços fechados" e que eventualmente serão feitas recomendações "mais apertados para os transportes públicos, por exemplo". Margarida Tavares garante ainda que a nova reunião no Infarmed não resultará em novas medidas de contenção: "Vai-se falar de reforço dos planos. A nossa estratégia está a ser construída com muitas das pessoas que vão falar no Infarmed. Não vai ser um momento de lançar medidas, não é esse o objetivo", assume.

Relacionados

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados