Coates apresentou carga viral em teste à covid: Sporting está «tranquilo»

31 jan, 18:37
Coates no treino do Sporting (DR Sporting CP)

Selecionador uruguaio confirmou que foi detetada carga viral num teste realizado ao defesa, que teve covid-19 há menos de dois meses e tem, por isso, um certificado de recuperação válido. O mais provável é serem particulas inativas do vírus que ainda estão a ser expelidas

Sensivelmente dois meses após ter testado positivo à covid-19, Sebastián Coates apresentou carga viral num teste realizado durante a concentração da seleção uruguaia.

«Estamos a fazer os estudos pertinentes para saber se é uma reinfeção ou um positivo ondulante, porque teve covid há um mês e tal. Os médicos estão a liderar com a situação. A preocupação é só com ele, porque com todos os outros deram negativo», disse o selecionador uruguaio Diego Alonso, citado pela ESPN do Uruguai, que noticiou que o positivo aconteceu após um teste PCR, que deteta a carga viral com maior rigor.

Nesta altura, a disponibilidade do internacional uruguaio para o jogo desta terça-feira com a Venezuela, a contar para o apuramento para o Mundial 2022, é uma incógnita.

O Maisfutebol contactou fonte do Sporting, que disse que o clube está tranquilo relativamente a este tema. Coates tem um certificado de recuperação válido por 180 dias, não sendo uma situação anómala testar positivo algumas semanas depois de uma alta médica pós-infeção por covid-19, uma vez que o organismo continua a expelir, durante algum tempo, particulas inativas do vírus.

Coates, refira-se, não é opção para o próximo jogo do Sporting, na quarta-feira diante do Belenenses. O capitão dos leões cumpre um jogo de castigo após ter atingido uma série de cartões.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados