Benfica perde com o Real Madrid e continua sem ganhar a Youth League

25 ago 2020, 19:10

Derrota por 3-2 na final da competição.Encarnados estiveram duas vezes a perder por dois golos de diferença, mas penálti falhado e bola na trave já nos descontos revelaram-se fatais

Depois das finais perdidas em 2014 e 2017, o Benfica voltou a não conseguir vencer a final da UEFA Youth League, sendo derrotado pelo Real Madrid por 3-2.

Depois de uma primeira metade fraca, os encarnados tiveram uma segunda parte de elevado nível, estiveram várias vezes perto de anular uma desvantagem que chegou a ser de dois golos, mas não conseguiram evitar que o Real Madrid conquistasse a prova pela primeira vez no historial.

FILME, FICHA DE JOGO E OS GOLOS EM VÍDEO

O conjunto orientado por Luís Castro até entrou melhor, mas os longos momentos com posse de bola não se refletiram em ocasiões de golo.

Inicialmente acometida à defesa, a equipa espanhola foi-se soltando. Rápidos nas saídas para o ataque e com profundidade pelos flancos, os merengues ameaçaram o golo por duas vezes antes de passarem aos atos. Curiosamente, num momento em que o Benfica estava defensivamente posicionado, mas uma desatenção permitiu que Arribas tivesse tempo e espaço para cruzar em condições para Pablo Rodríguez, que fez o 1-0 aos 26 minutos.

Após o golo, o Real Madrid passou a ter mais bola e o Benfica manteve-se incapaz de chegar com perigo ao último terço. Pior: a fechar a primeira parte, sofreu o segundo golo. Marvin Park intercetou um passe de Henrique Jocu, disparou pelo corredor direito e cruzou para o desvio infeliz de Jocu para a própria baliza.

As entradas de Rafael Brito e Ronaldo Camará para o reatamento impulsionaram as águias para uma segunda parte de nível elevado e na qual fizeram por justificar outro desfecho. Os encarnados não só assumiram o comando do jogo, como encontraram o caminho da baliza espanhola.

Gonçalo Ramos reduziu aos 49 minutos, mas no minuto seguinte o Real voltou a dilatar a vantagem, em mais um lance de desequilíbrio de Marvin Park pela direita, concluído por Gutiérrez ao segundo poste.

O golo do Real foi um momento pontual numa segunda parte eletrizante, mas quase sempre de sentido único. Gonçalo Ramos voltou a reduzir aos 57 minutos, lançando o Benfica para uma meia-hora final que teve momentos de sufoco.

A equipa espanhola abdicou da posse de bola e focou-se em conservar a vantagem mínima. Nuns momentos, fê-lo com competência; noutros foi bafejada pela sorte.

Tiago Dantas permitiu que Luis López defendesse um penálti aos 67 minutos e, já em tempo de compensação, a trave devolveu o empate a Henrique Araújo.

O Benfica volta a não ser feliz numa final da UEFA Youth League. Nesta, foi superior ao adversário, mas uma primeira parte menos conseguida, os desequilíbrios de Marvin Park e a eficácia dos merengues fizeram a diferença.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados