Pugilista ucraniano desiste de lutar por título para continuar na guerra

21 mar, 22:56
Vasiliy Lomachenko na guerra (twitter)

Vasiliy Lomachenko tinha combate previsto para junho

O pugilista ucraniano Vasiliy Lomachenko desistiu de lutar pelo título mundial de pesos leves para continuar a defender o seu país na guerra com a Rússia.

O promotor norte-americano Lou DiBella disse à ESPN que o agente do atleta tinha transmitido a intenção do mesmo em permanecer na luta armada em vez de desafiar George Kambosos Jr. a 5 de junho, em Melbourne, na Austrália.

«Achamos que a luta que ele está a travar é muito maior que o boxe. E os nossos pensamentos e orações estão com ele e a sua família, e com o povo ucraniano. O que eles estão a passar é muito mais significativo do que qualquer luta de boxe», disse DiBella, citado pela Boxing Scene.

Também Kambosos recorreu ao Twitter para informar que respeita «totalmente» a decisão do adversário, que está a lidar com «uma luta maior».

Devin Haney tem agora em mãos uma oferta para discutir o título mundial de pesos leves no lugar do ucraniano.

Lomachenko, de 34 anos, é bicampeão olímpico, depois do ouro de peso pena em Pequim2008 e de peso leve em Londres2012.

Relacionados

Patrocinados