Presidente da Ucrânia demite embaixadora em Lisboa

25 jun, 11:59

Diplomata afirma que decisão obedece a "um plano de rotação". Decreto foi assinado esta sexta-feira e publicado no site da presidência ucraniana. Inna Ohnivets estava no cargo desde 2015. Embaixadores da Geórgia, Eslováquia e Líbano também foram demitidos

O presidente da Ucrânia assinou um decreto esta sexta-feira a destituir a embaixadora em Portugal, Inna Ohnivets. Uma decisão que a embaixadora justificou como obedecendo a "um plano de rotação" entre diplomatas. 

Em declarações à SIC Notícias, Ohnivets disse que "na decisão do Presidente ucraniano há a informação de que os embaixadores terminam as suas funções segundo o plano da rotação".

No decreto n.º 442/2022, publicado no site da presidência ucraniana, lê-se a intenção de "Demitir OHNIVETS Inna Vasylivna do cargo de Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da Ucrânia junto da República Portuguesa".

Outros dois decretos foram também assinados por Zelensky a demitir os embaixadores da Geórgia e da Eslováquia.

Todos os três embaixadores foram nomeados pelo quinto presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko. Inna Ohnivets começou a trabalhar em outubro de 2015, Yuriy Mushka em novembro de 2016 e Igor Dolgov em fevereiro de 2017.

Inna Ohnivets recusou comentar sobre se um dos motivos da demissão pode ter sido o facto de ter sido nomeada pelo antecessor de Zelensky.

Para além dos embaixadores da Geórgia, Eslováquia e Portugal, Zelensky também demitiu o diplomata Ihor Ostash do cargo de embaixador do país no Líbano.

 

 

Política

Mais Política

Patrocinados