Olena Zelenska e o impacto da guerra: “Enquanto vocês contam cêntimos na vossa conta bancária, nós contamos mortos”

MM
4 set, 11:30
Olena Zelenska (Gints Ivuskans/AFP via Getty Images)

Primeira-dama ucraniana deu uma entrevista à BBC, transmitida este domingo de manhã, em que exorta os países europeus a reforçarem o apoio à Ucrânia e defende mesmo que, se esse apoio fosse maior, a crise provocada pela guerra seria menor

A primeira-dama ucraniana, Olena Zelenska, reconhece que o impacto económico da guerra para os aliados da Ucrânia é grande, mas deixa um alerta: enquanto esses aliados “contam cêntimos, nós contamos mortos". Em entrevista ao programa da BBC “Domingo”, Olena Zelenska diz mesmo que, se o apoio dos aliados à Ucrânia fosse maior, a crise provocada pela guerra seria menor. A primeira-dama ucraniana sublinha ainda que “é importante manter a atenção no impacto humano da guerra”.

“Os preços também aumentaram na Ucrânia. Mas, além disso, o nosso povo é morto. Então, quando vocês começam a contar cêntimos na vossa conta bancária ou no vosso bolso, nós fazemos o mesmo e ainda temos de contar os mortos”, disse.

“Percebo que a situação é muito dura. Mas deixe-me lembrar a época da covid-19, que ainda não acabou, quando houve aumentos de preços. A Ucrânia também foi afetada”, continuou.

As declarações de Olena Zelenska surgem depois de ter sido questionada sobre a mensagem que deixaria aos britânicos perante o aumento das contas da energia, provocados pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

Numa recente visita a Kiev, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que as famílias da Europa teriam que suportar a crise do custo de vida para combater a agressão russa.

Na mesma entrevista, Olena Zelenska conta que raramente vê o marido, mas falam todos os dias.

Europa

Mais Europa

Patrocinados