Marcelo e Paulo Rangel representam Portugal na cimeira pela paz na Ucrânia

28 mai, 17:10
Montenegro recebe Zelensky em São Bento (José Sena Goulão/LUSA)

Marcelo Rebelo de Sousa vai "chefiar a delegação" portuguesa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, vão representar Portugal na cimeira pela paz na Ucrânia, que irá decorrer na Suíça nos próximos dias 15 e 16 de junho.

A informação foi avançada pelo primeiro-ministro, Luís Montenegro, em conferência de imprensa conjunta com Volodymyr Zelensky, em São Bento, depois de assinarem o acordo de cooperação bilaterial, no qual o Governo português se compromete a enviar 126 milhões de euros à Ucrânia.

O acordo tem uma vigência de 10 anos, mas pode ser prorrogado, servindo para o apoio à legítima defesa do povo ucraniano e ao restabelecimento da integridade territorial da Ucrânia.

Luís Montenegro quis deixar claro a Volodymyr Zelensky que Portugal vai continuar a "condenar" a "agressão ilegal e injustificada" russa da Ucrânia, tal como o fez "desde a primeira hora". 

O chefe do Governo diz que a presença de Zelensky em Portugal mostra, "face a um agressor impiedoso, que muitas vezes não poupa civis, mulheres ou crianças", uma "vontade férrea" da luta ucraniana.

"Presto em nome do povo português homenagem", acrescenta, expressando respeito e solidariedade.

Relacionados

Governo

Mais Governo

Patrocinados