Treinador alemão do Lokomotiv demite-se em protesto contra a Rússia

1 mar 2022, 15:36
Markus Gisdol

«Não posso continuar num país onde o seu líder é responsável por uma guerra no meio da Europa», disse o técnico Markus Gisdol

Markus Gisdol, treinador alemão do Lokomotiv Moscovo, demitiu-se do cargo em protesto contra a invasão da Rússia à Ucrânia.

«Para mim, ser treinador de futebol é ter o melhor trabalho do Mundo. Mas não posso continuar num país onde o seu líder é responsável por uma guerra no meio da Europa. Isso não está em linha com os meus valores e é por isso que renunciei, com efeitos imediatos, ao cargo de treinador do Lokomotiv Moscovo. Não posso ficar em Moscovo, treinador jogadores e exigir profissionalismo quando a alguns quilómetros estão a ser dadas ordens que trazem imenso sorimento às pessoas», disse em declarações ao jornal alemão Sport Bild.

O emblema moscovita emitiu uma curta nota acerca da saída de Gisdol, tendo apenas dito que foi demitido do comando técnico da equipa que ocupa o 7.º lugar da Liga russa.

 

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados