Alemanha
Finalizado
2 - 0
Hungria

"Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” e “The White Lotus” arrasam nos Prémios SAG

Agência Lusa , AM
27 fev 2023, 07:04
"Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” (Associated Press)

A história de “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” oscila entre o absurdo e o fantástico, centrando-se numa imigrante chinesa de meia-idade (“Evelyn Wang”) que se vê atirada para uma aventura em múltiplos universos e linhas temporais

O filme “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” e a série “The White Lotus” foram os grandes vencedores dos Prémios do Sindicato dos Atores (SAG Awards, no original em inglês), atribuídos esta madrugada em Los Angeles. 

As estatuetas arrecadadas esta noite por “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” mantiveram a rota imparável de vitória do filme de Daniel Kwan e Daniel Scheinert rumo à cerimónia dos Óscares, à qual chegará com 11 nomeações. 

“Apreciamos tanto o vosso apoio a este momento lindo e a este filme”, disse a atriz Jamie Lee Curtis, no discurso de aceitação do prémio mais cobiçado da noite, Melhor Elenco em Filme. 

A história de “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” oscila entre o absurdo e o fantástico, centrando-se numa imigrante chinesa de meia-idade (“Evelyn Wang”) que se vê atirada para uma aventura em múltiplos universos e linhas temporais.

“Não sei o que é que eles estavam a pensar quando escreveram este argumento”, gracejou o veterano James Hong, que interpreta o papel de Gong Gong, com todo o elenco em apoteose no palco do Fairmont Century Plaza, em Los Angeles.

Este prémio final coroou uma noite de ouro para o elenco do filme, que arrecadou três dos mais importantes prémios de representação: Melhor Atriz Principal para Michelle Yeoh (no papel de Evelyn Wang), Melhor Atriz Secundária para Jamie Lee Curtis (que deu corpo a Deirdre Beaubeirdra) e Melhor Ator Secundário para Ke Huy Quan (“Waymond Wang”). 

“Penso que se falar o meu coração vai explodir”, disse Michelle Yeoh quando recebeu a estatueta de Melhor Atriz Principal, superando pesos-pesados como Cate Blanchett e Viola Davis. 

“Estamos aqui porque adoramos o que fazemos e nunca vamos parar de o fazer”, prometeu, depois de deixar escapar alguns palavrões e chamar as outras nomeadas de “titãs”. “Obrigada por me darem um lugar à mesa. Esta noite mostraram-me que era possível”. 

Jamie Lee Curtis já tinha subido a palco para receber o prémio de Melhor Atriz Secundária, extática com a vitória aos 64 anos e o reconhecimento dos seus pares. “Adoro atores, adoro representação, adoro o que fazemos. É uma profissão tão linda”.

Foi também com emoção que Ke Huy Quan se tornou no primeiro asiático a receber o prémio de Melhor Ator Secundário, fazendo história nesta edição dos SAG Awards. 

“Percebi que este momento já não pertence só a mim, também pertence a toda a gente que pediu mudanças”, disse. Quan lembrou que se afastou da representação durante décadas porque havia muito poucas oportunidades para atores asiáticos. 

“O cenário agora é muito diferente”, considerou, incentivando todos os que estão a tentar ser vistos que continuem, “porque um dia o holofote vai encontrar-vos”. 

Ainda no cinema, Brendan Fraser ascendeu ao topo levando a estatueta de Melhor Ator Principal pelo papel em “A Baleia”, superando nomeados como Austin Butler (“Elvis”) ou Paul Dano (“Os Fabelmans”).

Do lado dos derrotados, “Os Fabelmans” de Steven Spielberg e “Os Espíritos de Inisherin” saíram de mãos vazias. Este último tinha chegado à cerimónia com o mesmo número de nomeações de “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo”, mas não venceu em qualquer categoria. 

Na televisão, “The White Lotus” (criada por Mike White para a HBO) conquistou alguns dos prémios mais importantes. Conseguiu a estatueta de Melhor Elenco em Série Dramática e deu a Jennifer Coolidge o titulo de Melhor Atriz em Série Dramática, mantendo a toada ganhadora da temporada. 

“Estou tão grata”, disse a atriz. “Podemos dar dinheiro aos amigos, e as pessoas adoram dinheiro, mas a melhor prenda que podemos dar a alguém é mudar a sua perspetiva para melhor”, continuou. “Foi isso que Mike White fez por mim”. 

“Abbot Elementary” (ABC) recebeu o prémio de Melhor Elenco em Série de Comédia, que a criadora Quinta Brunson disse ser “uma honra” porque foi atribuído pelos seus pares. 

Jeremy Allen White foi o Melhor Ator em Série de Comédia por “The Bear” (FX) e Jean Smart, que não estava presente na cerimónia, destacou-se como Melhor Atriz em Série de Comédia por “Hacks” (HBO). 

Na categoria de filme para televisão ou minissérie, Jessica Chastain venceu pelo papel em “George & Tammy” (Showtime) e Sam Elliot ganhou com a sua interpretação em “1883” (Paramount+). 

Os Prémios SAG são considerados fortes indicadores dos vencedores dos Óscares nas categorias de representação, sendo que a votação final dos membros da Academia começa esta quinta-feira, 02 de março.

A 29.ª entrega dos Prémios do Sindicato dos Atores decorreu em Los Angeles, um dia depois da 34.ª cerimónia da Associação de Produtores, que também distinguiu “Tudo Em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”. 

Artes

Mais Artes

Patrocinados