Saiba tudo sobre o Euro aqui

Tripulantes avançam com pré-aviso de greve na easyJet

ECO - Parceiro CNN Portugal , André Veríssimo
27 abr 2023, 12:20
EasyJet

A greve pode voltar à easyJet nas próximas semanas. O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil informou esta quinta-feira os associados que vai avançar com um pré-aviso

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai apresentar um pré-aviso de greve na easyJet, com data a designar. Num comunicado enviado aos associados, diz que antecipa “um verão bem quente, pois a empresa continua a desconsiderar os tripulantes”.

Caso a paralisação avance, será a segunda da companhia britânica este ano, depois da greve entre 1 e 3 de abril, que segundo o SNPVAC levou ao cancelamento de 220 voos.

No comunicado, a estrutura sindical refere que após a primeira paragem “havia a expectativa que a easyJet entendesse as dificuldades vividas pelos seus trabalhadores e a emergência social vivida, sobretudo na base de Faro”. Diz que deu “várias oportunidades de aproximação entre as duas posições que por natureza são antagónicos, mas que deveriam visar o mesmo objetivo: paz social, condições de trabalho dignas, crescimento da empresa e dos tripulantes”.

Para o SNPVAC, a companhia britânica continua a perpetuar a “precarização e discriminação dos tripulantes das bases portuguesas relativamente aos colegas de outros países” e que “não existe vontade real em fazer progredir esta negociação”. A easyJet estão há mais de cinco meses a negociar um novo Acordo de Empresa.

“Posto isto, e embora esteja marcada uma reunião para o dia 3 de maio, o SNPVAC decidiu apresentar novo pré-aviso de greve, com data a designar”, afirma no comunicado. “Este passo não é dado de ânimo leve. Temos a razão do nosso lado e a total convicção que a nossa reivindicação é justa. Antecipamos um verão bem quente, pois a empresa continua a desconsiderar os tripulantes”, conclui.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados