«Mbappé está a pedir 50 milhões de euros líquidos»

17 mai, 23:18
Xavi Hernández com Joan Laporta na apresentação como novo treinador do Barcelona (Alejandro García/EPA)

Revelação do presidente do Barcelona, clube que chegou a ser apontado como um dos possíveis destinos do avançado francês. «Não podemos ultrapassar um determinado nível de gastos»

Joan Laporta, presidente do Barcelona, deu nesta terça-feira uma extensa entrevista à Catalunya Ràdio, na qual falou sobre a atualidade blaugrana, mas abordou um dos temas quentes mas quentes do mercado: o futuro de Kylian Mbappé.

«Há jogadores que não contrataríamos nem que tivemos dinheiro para isso, porque isso iria distorcer a nossa estrutura salarial e voltar a disparar os gastos. E isso não pode voltar a acontecer. Temos de ser conscientes e isso é algo que estamos a introduzir em todas as áreas do clube. Não podemos ultrapassar um determinado nível de gastos. O Mbappé está a pedir entre 40 e 50 milhões de euros líquidos. Quer 50 líquidos. Não falaremos de salários de 25, 30 ou 40 milhões líquidos. Isso seria uma ofensa a jogadores que estão a começar no Barcelona e que serão referências no mundo do futebol. Não vamos fazê-lo», vincou o dirigente do emblema culé.

Laporta não quis falar sobre jogadores apontados nos últimos tempos ao Barcelona, como tem sido o caso de Robert Lewandowski, avançado que deverá deixar o Bayern Munique neste verão. Ainda assim, reconheceu que se o Barça registar uma franca melhoria ao nível do equilíbrio financeiro, será possível levar a cabo as operações pretendidas.

A situação de Ousmane Dembélé, que está prestes a terminar contrato, também foi tema de conversa. «Ele tem a nossa oferta e vai responder-nos na próxima semana. Gostávamos de já ter este tema resolvido, mas não podemos forçar, porque ele acaba contrato.»

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados