19 crianças com 9 ou 10 anos e duas professoras. Quem eram as vítimas do tiroteio no Texas

Cláudia Évora , Notícia atualizada às 11:08 do dia 27
27 mai, 10:29

Os Estados Unidos fazem a identificação pública oficial de vítimas de tiroteios. A tradição anglo-saxónica é a de publicar a identidade das vítimas como murais cerimoniais de homenagem

Pouco passava do meio-dia (hora local) quando Salvador Ramos entrou armado numa escola primária, no Texas, e matou a tiro 21 pessoas - 19 crianças e dois adultos, todos alunos e professores.

Entretanto, começaram a ser reveladas algumas informações sobre a identidade das vítimas. Uma vez que se trata de um estabelecimento do primeiro ciclo, onde os alunos têm entre 6 e 10 anos, à exceção das duas professoras, as vítimas são menores de idade.

Mas, como já é conhecido, o atirador barricou-se numa numa sala de aula de uma turma do quarto ano. Por essa razão, as crianças vítimas deste ataque têm todas entre os 9 e os 11 anos. 

1. Uziyah Garcia

Uziyah, que faria 10 anos este verão, foi uma das vítimas do massacre. Segundo uma publicação que a tia, Nikki Cross, fez no Facebook, o menino frequentava o 4.º ano.

Uziyah Garcia (Manny Renfro via AP)
 

2. Eva Mireles

A morte de Eva Mireles foi confirmada pela tia, Lydia M. Delgado. A familiar da vítima explicou à imprensa norte-americana que Eva era professora do quarto ano há pelo menos 17 anos e que "se orgulhava de ensinar, principalmente alunos de origem latina". 

A vítima tinha cerca de 40 anos, era casada com um agente, tinha uma filha na faculdade e três animais de estimação. 

Eva Mireles (Uvalde Consolidated Independent School District)

3. Irma Garcia 

A morte de Irma Garcia foi confirmada pelo filho Christian Garcia. Trata-se da segunda professora do 4.º ano vítima do ataque. De acordo com as autoridades, o corpo de Irma foi encontrado numa posição de proteção dos seus alunos. 

Irma Garcia (Foto: Facebook Latin Groove News)

4. Amerie Jo Garza 

Uma menina de 10 anos que também frequentava o quarto ano. A morte foi confirmada pelo pai, Angel Garza, numa publicação no Facebook

"Por favor, não tomem um segundo por garantido. Abracem a vossa família. Digam-lhes que os amam", escreveu.  

À ABC News, Angel Garza contou que a filha tinha feito anos no passado dia 10 de maio.

Angel Garza e a filha Amerie Jo Garza (Foto: Facebook)

5. Xavier Lopez 

Um rapaz de 10 anos que, horas antes do massacre, tinha estado com a mãe numa cerimónia de atribuição de prémios. Foi a última vez que Felicha Martinez viu o filho. 

Em declarações ao Washington Post, contou que Xavier estava sempre a dançar ou a contar piadas: "Nunca vou esquecer o sorriso dele, animava qualquer um (...) estava tão cheio de vida". 

Tinha especial aptidão para o desporto e tinhas dois favoritos: futebol e basebol. 

Xavier Lopez (Foto: ABC News)

6. Makenna Elrod

Uma menina de 10 anos que também frequentava a quarta classe. 

Makenna Elrod (Foto: Facebook Lance Elrod)

Makenna celebrou o seu décimo aniversário em abril e uma professora da escola primária de Robb partilhou várias fotografias da festa no Facebook. 

Festa de aniversário Makenna Elrod (Foto: Facebook April Brown Elrod)

7. Eliahana Cruz Torres

Os pais de Eliahana Cruz Torres foram informados na noite de terça-feira que a filha tinha sido uma das vítimas mortais do ataque. Tinha apenas 10 anos. 

Eliahana Cruz Torres (Foto: Facebook)

8. Jose Flores

Segundo noticia o The Washington Post, foi o tio, Christopher Salazar, que confirmou o sobrinho, de 10 anos, como uma das vítimas mortais. Jose tinha um irmão e uma irmã, adorava jogar basebol e ir à escola.

Tal como Xavier Lopez, horas antes do massacre, Jose tinha recebido um prémio por ter entrado no quadro de honra.  

"Ele era muito inteligente, não era o tipo de miúdo que procurasse problemas", descreveu o tio, afirmando que era "um pequeno rapaz muito feliz. Amava muito os pais e adorava rir e divertir-se".

Jose Flores (The Washington Post)

9. Alexandria Aniyah Rubio 

A morte de Alexandria, de 10 anos, foi confirmada pela mãe, Kimberly Mata-Rubio, no Facebook. Nessa publicação, contou que a filha tinha entrado, no dia do massacre, no quadro de honra como uma aluna só de A’s (nota máxima no quadro americano) e tinha recebido um prémio por ser uma boa cidadã. 

"Dissemos-lhe que a amávamos e que a iríamos buscar depois das aulas. Não fazíamos ideia que isso seria um adeus", escreveu.

Alexandria Aniyah Rubio (Facebook)

10. Tess Marie Mata 

De acordo com a BBC, Tess Marie Mata foi identificada pela irmã, que a descreve como um "anjo precioso". "Aos meus olhos não és uma vítima, mas uma sobrevivente", escreveu a irmã no Facebook. A idade da menina não foi confirmada.

Tess Marie Mata (Facebook)

11. Maite Rodriguez 

A morte de Maite foi confirmada por uma prima da mãe, diz a Sky News. Nessas declarações, a mulher pediu ajuda financeira para as despesas do funeral da menina.

Maite Rodriguez (Sky News)

12. Annabell Guadalupe Rodriguez 

Os familiares confirmaram numa entrevista ao canal KHOU, de Houston, no Texas, que a menina, também de 10 anos, era uma das vítimas mortais.

Annabell Guadalupe Rodriguez (KHOU 11 News Houston)

13. Nevaeh Bravo 

Frequentava o quarto ano. Numa publicação no Facebook, a prima Emily Grace Ayala escreveu: "A nossa Nevaeh foi encontrada (...) Está a voar com os anjos".

Nevaeh Bravo (Gun Violence Archive)

14. Ellie Garcia

Ellie Garcia foi confirmada como uma das vítimas mortais do tiroteio. O pai da menina prestou, entretanto, uma homenagem no Facebook. Na publicação, Steven Garcia disse que a filha era uma “boneca” e "a criança mais feliz de sempre". Também a mãe, Jennifer Lugo, se pronunciou sobre a morte da filha: "O meu coração está despedaçado".

Ellie Lugo (Facebook)

15. Rojelio Torres 

O menino, que tinha dez anos, foi inicialmente dado como desaparecido, mas, entretanto, a família confirmou a morte, avança a Sky News. Os pais criaram uma recolha de fundos na página GoFundMe para ajudar com as despesas fúnebres.

Rojelio Torres (Sky News)

16. Jailah Nicole Silguero 

Jaliah tinha 11 anos e também foi morto neste ataque. A confirmação foi dada pela mãe, Veronica Luevanos, que escreveu numa publicação de Facebook: “Voa alto minha bebé”. 

Jailah Nicole Silguero (Facebook)

17. Jayce Carmelo Luevanos 

Jayce tinha dez anos e era primo de Jaliah, noticia o The Guardian. A mãe de Jaliah publicou uma foto dos dois com a legenda: "Voem alto meus anjos, vamos todos sentir muito a vossa falta".  

Jayce Carmelo Luevanos (Facebook)

18. Alithia Ramirez 

Tinha 10 anos. Foi através de um post de Facebook do pai, Ryan Ramirez, que a menina foi confirmada como uma das vítimas mortais do massacre. O pai alterou a fotografia de perfil para uma da filha com asas de anjo.

Inicialmente, tinha deixado uma mensagem, na mesma rede social, em que dizia que procurava Alithia, uma vez que nesta altura o corpo ainda não tinha sido encontrado. 

Alithia Ramirez (The Guardian)

19. Jackie Cazares 

Era prima de Anabelle, outra das vítimas mortais, e ambas frequentavam a mesma turma. Jackie tinha feito a primeira comunhão duas semanas antes, como noticia o The New York Times.

De acordo com Polly Flores, tia de Jackie e tia-avó de Anabelle, "ela era extrovertida, tinha sempre de ser o centro de atenções”.  “Era a minha pequena diva”, acrescenta Polly.

Jackie Cazares (Sky News)

20. Layla Salazar

Tinha 11 anos e foi identificada, na quinta-feira, como mais uma vítima mortal deste ataque. A família confirmou a morte ao jornalista da CNN Internacional Gary Tuchman.

Os pais, Vincent Salazar III e Melinda Alejandro Salazar, contaram que Layla era uma criança bastante ativa e que adorava correr, fazer vídeo para o TikTok e dançar. A menina tinha ainda dois irmão mais velhos com quem adorava nadar no rio. 

Layla Salazar (Foto: Facebook Cindy Torres)

21. Miranda Mathis

A morte foi confirmada ao The Washigton Post por uma amiga da família, Deanna Miller. Mais tarde, numa publicação no Facebook, lamentou a morte: "nós amamos-te muito (...) lamento muito que isto tenha acontecido contigo". 

Outra amiga da mãe, Leslie Ruiz, contou ao jornal que Miranda era "divertida", "corajosa" e "muito inteligente". 

"Ela tinha boas maneiras, era uma menina brilhante", acrescentou. 

De acordo com o Washigton Post, o irmão de Miranda Mathis estava na escola no momento em que o tiroteio aconteceu, mas não na sala onde se barricou o atirador. 

Miranda Mathis (Foto: Facebook Deanna Miller)

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados