Mulher morre após ser baleada na cabeça pelo ex-companheiro dentro de carro em Arouca

4 jun, 09:18

Vítima, de 51 anos, foi transportada para o Hospital Santos Silva, em Gaia. Agressor tentou o suicídio por duas vezes

Uma mulher, de 51 anos, foi baleada na cabeça pelo ex-companheiro, de 50 anos, dentro de um carro, na freguesia de Escariz, Arouca. 

A vítima foi transportada em estado grave para o hospital Santos Silva, em Gaia, de acordo com informação avançada à CNN Portugal pelo comandante dos Bombeiros de Fajões, mas acabou por morrer.

A mesma fonte adianta que vítima e agressor mantiveram uma relação amorosa durante mais de 20 anos. O casal estava separado há algum tempo, mas o agressor nunca aceitou essa decisão.

Após cometer o crime, o suspeito deixou a vítima no interior do veículo e dirigiu-se a casa onde, na presença de familiares, tentou o suicídio mas, por avaria mecânica da arma, não conseguiu, colocando-se imediatamente em fuga.

O suspeito foi localizado na Freguesia de Escariz, numa área junto à residência, num edifício abandonado. O comandante dos Bombeiros de Fajões adiantou que o homem apresenta cortes profundos nos dois braços, tendo sido assistido no local e transportado sob detenção ao hospital de Santa Maria da Feira.

Recorde-se que o alerta, dado pelos familiares da vítima, ocorreu cerca das 02:05. A GNR e a Polícia Judiciária foram chamadas ao local, assim como o INEM, que enviou também para o local uma equipa para acompanhamento psicológico à família da mulher.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados