Rafael Nadal desiste de Wimbledon devido a lesão

7 jul, 19:27
Rafael Nadal

Na véspera do duelo com Nick Kyrgios, que avança assim para a primeira final de um Grand Slam da carreira

Rafael Nadal desistiu do torneio de Wimbledon devido a uma lesão abdominal.

Assim, Nick Kyrgios avança para a primeira final da carreira num torneio do Grand Slam, esperando pelo vencedor do duelo entre Novak Djokovic e Cameron Norrie.

Rafael Nadal estava desde a semana passada a jogar limitado e nesta quarta-feira, durante o encontro com o norte-americano Taylor Fritz, o pai do maiorquino chegou mesmo a pedir-lhe para se retirar. Nadal, que foi assistido, permaneceu em court e acabou por vencer o duelo resolvido apenas com um super tie-break no quinto set e ao cabo de 4h21.

Nesta quinta-feira, ainda treinou, mas as sensações não foram as melhores. «Não posso competir nestas condições e a única coisa que poderia acontecer era piorar», disse numa conferência de imprensa de última hora, referindo-se à rotura abdominal de 7 milímetros.

«Não posso forçar e correr o risco de ficar dois ou três meses sem competir nesta fase da minha carreira. Estou muito triste, mas esta é a minha decisão», acrescentou, explicando por que razão optou por não se retirar durante a partida com Fritz. «Não me queria retirar a meio de um jogo dos quartos de final e por isso aguentei. Encontrei uma forma de acabar o jogo e estou orgulhoso por isso, mas depois pensei e esta é a melhor decisão para mim e para o meu futuro», vincou.

Rafael Nadal, que procurava vencer em Wimbledon o terceiro Grand Slam em 2022 e aumentar para 23 o recorde de Majors na carreira, deverá parar entre duas e três semanas.

Patrocinados