Visto de Djokovic cancelado para proteger «sacrifícios» dos australianos

14 jan, 09:41
Novak Djokovic na final do Masters 1.000 de Pari (Christophe Petit Tesson/EPA)
Novak Djokovic na final do Masters 1.000 de Pari (Christophe Petit Tesson/EPA)

Primeiro-ministro do país lembrou «fortes políticas de proteção de fronteiras»

PUB

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison afirmou que o cancelamento do visto de Novak Djokovic tem como objetivo defender os «sacrifícios» dos australianos no combate à pandemia da covid-19.

«Os australianos fizeram muitos sacrifícios durante esta pandemia e, com razão, querem que o resultado desses sacrifícios seja protegido», disse o governante esta sexta-feira.

PUB

O governante lembrou que «fortes políticas de proteção de fronteiras mantiveram os australianos seguros, antes da covid-19 e atualmente durante a pandemia».

Em comunicado, Morrison referiu ainda que «não fará mais comentários» acerca dos «procedimentos legais em andamento» no caso do número um do ténis mundial.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Patrocinados