Nova subida das taxas de juro à vista? EUA avisam que "pressões inflacionistas continuam generalizadas"

Agência Lusa , AG
8 mar 2023, 22:14
Finanças (Getty Images)

Começa a haver algum alívio em relação aos custos de transporte e remessa, mas preços das reservas aumentaram

Os preços continuam a subir nos Estados Unidos e "as pressões inflacionistas continuam generalizadas", indicou o banco central americano (Fed), no seu livro bege (Beige Book) mais recente, divulgado esta quarta-feira.

A subida dos preços, no entanto, abrandou em várias regiões, sublinha a Fed nos resultados do inquérito, no final de janeiro e em fevereiro, feito junto das empresas do país, que revelaram que "esperam que a subida dos preços continue moderada durante o ano".

As empresas de algumas das doze regiões do sistema Fed, segundo o inquérito, têm registado um aumento dos preços das reservas, “em particular da energia e das matérias-primas”, embora também "algum alívio" em relação aos "custos de transporte e remessa".

Além disso, revela ainda o 'Beige Book', “algumas regiões observaram que as empresas tiveram mais dificuldade em refletir os aumentos dos custos nos seus consumidores”.

Assim, quanto aos preços de venda, “aumentaram moderadamente na generalidade das regiões”, desacelerando mesmo por vezes, refere o documento.

Nos Estados Unidos, a inflação voltou a subir em janeiro, para 5,4% em termos anuais, segundo o índice PCE, da Fed, que tem como objetivo voltar a situar-se em cerca de 2%.

Outra medida, o índice IPC, no qual as pensões são indexadas, desacelerou ao longo do ano, para 6,4%, acelerando no entanto ao longo de um mês pela primeira vez desde setembro.

As empresas inquiridas para o livro bege revelaram que "não esperavam ver as condições económicas melhorarem muito nos próximos meses".

Relacionados

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados