Estado já arrecadou 28 milhões de euros com taxa de carbono nas viagens aéreas

8 ago, 08:03
Passageiros chegam ao aeroporto de Lisboa (Manuel de Almeida/Lusa)

REVISTA DE IMPRENSA. Aeroporto de Lisboa é responsável por mais de metade da receita

A taxa de carbono de dois euros por passageiro nas viagens aéreas já rendeu 28 milhões de euros ao Estado após um ano em vigor, avança o Jornal de Notícias esta segunda-feira.

De acordo com os dados citados pelo diário, o Aeroporto de Lisboa é responsável por mais de metade desta receita, ao arrecadar 15.650.478 euros. O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, por sua vez, é responsável por pouco mais de 7 milhões de euros no período de aplicação da taxa. Seguem-se os Aeroportos de Faro, com mais de quatro milhões de euros, os da Madeira, com pouco menos de um milhão, e os dos Açores, com cerca de 150 mil euros.

O valor mensal mais alto foi atingido em julho, quando o Estado arrecadou mais de 4 milhões de euros com a taxa, referentes ao mês de junho.

Até 30 de setembro, o Governo deverá apresentar à Assembleia da República um estudo sobre o impacto desta taxa de carbono no combate às alterações climáticas, na competitividade do turismo nacional e na economia, de modo a proceder a eventuais mudanças do regime jurídico aplicável.

Economia

Mais Economia

Patrocinados