Dezenas de tartarugas encontradas esfaqueadas numa ilha japonesa

CNN Portugal , FMC
18 jul, 16:39
Tartaruga Verde Marinha (Kamran Jebreili/ AP)

Pelos menos 30 tartarugas-verde marinhas foram encontradas em Kumejima e a maioria acabou por morrer. As autoridades japonesas estão ainda a investigar

Pelo menos 30 tartarugas-verde marinhas foram encontradas mortas, na passada quinta-feira, numa praia da ilha de Kumejima, no Japão. 

Alguns dos animais apresentavam marcas de ferimentos causados por uma lâmina no pescoço e outras tinham cortes nas barbatanas. Fonte policial relatou à CNN Internacional que alguns dos animais ainda respiravam, mas com grandes dificuldades.

Biólogos marinhos e outros especialistas que trabalham no Museu das Tartarugas Marinhas da zona tentaram chegar à praia o mais rápido possível, numa tentativa de salvar alguns dos animais, mas a maioria já tinha morrido. 

"Nunca tinha visto nada assim", disse um funcionário do museu ao The Asahi Shimbun.

Um pescador já admitiu ter sido responsável por ferir animais alguns dos animais depois destes ficarem presos nas redes de pesca. 

"Desenredei algumas das [tartarugas] e libertei-as no mar, mas não consegui libertar [as] pesadas, por isso esfaqueei-as para me livrar delas", disse o pescador em sigilo, citado pelo jornal Mainichi.

As autoridades mantêm a investigação, recorrendo principalmente aos depoimentos de testemunhas.    

Segundo a lista vermelha da União da Conservação da Natureza (IUCN na sigla inglesa), as tartarugas-verde marinhas estão classificadas como uma espécie ameaçada. 

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados