Tripulantes de cabine da TAP avançam com sete dias de greve no final do mês

9 jan, 17:08
TAP (imagem Getty)

Pré-aviso vai ser entregue terça-feira

Os tripulantes de cabine da TAP vão avançar com sete dias de greve entre 25 e 31 de janeiro. A direção do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai dar entrada na terça-feira com o pré-aviso. 

De acordo com o comunicado a que a CNN Portugal teve acesso, estavam previstos pelo menos cinco dias de greve "a realizar até dia 31 de janeiro", mas a direção do SNPVAC decidiu avançar para sete dias de paralisação. 

"Apelo, desde já, à adesão de todos para que, mais uma vez, possamos dar nota cabal à empresa da nossa união em torno do descontentamento relativamente às matérias abordadas e deliberadas na AG [assembleia-geral] de dia 3 de novembro, que constituem as nossas reivindicações legítimas e responsáveis", escreveu Ricardo Andrade, presidente da Mesa da Assembleia Geral.

Recorde-se que no dia 29 de dezembro de 2022, assembleia-geral do sindicato tinha chumbado a proposta da TAP, mantendo a intenção de realizar os tais cinco dias de greve até 31 de janeiro. Na altura, o presidente do SNPVAC considerou a proposta da companhia aérea "insuficiente". 

Este sindicato realizou, nos dias 8 e 9 de dezembro, uma greve de tripulantes da TAP que levou a companhia aérea a cancelar previamente 360 voos e teve um impacto estimado total de oito milhões de euros.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados