Pilotos da TAP dizem que suspensão da encomenda dos BMW para as chefias é uma questão "de respeito"

Agência Lusa , CM
6 out, 20:49
TAP

Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil consideram que suspender a encomenda dos BMW é “a única resposta possível” para corrigir uma decisão com a qual “ninguém pode concordar”

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) defendeu esta quinta-feira que a renovação da frota automóvel da TAP é “inaceitável” e que a sua suspensão é a “única resposta possível”.

“A renovação da frota de gestores da TAP, neste momento, é ética e moralmente inaceitável”, lê-se num comentário do presidente do SPAC, a que a Lusa teve acesso.

Para o sindicato, suspender a encomenda dos BMW é “a única resposta possível” para corrigir uma decisão com a qual “ninguém pode concordar”.

A Comissão Executiva da TAP informou hoje, em comunicado, que vai procurar manter a atual frota da Peugeot pelo período máximo de um ano, ou seja, até ao final do contrato de renting, por compreender o “sentimento geral dos portugueses”, após a polémica gerada sobre os carros de luxo de uma empresa que está sob resgate financeiro.

Em causa está a notícia avançada pela TVI/CNN Portugal e pelo portal Away, na quarta-feira, de que a TAP encomendou uma nova frota de automóveis BMW para as chefias.

O sindicato vincou que esta decisão “é o mínimo” que a TAP podia fazer, notando que a gestão da companhia aérea “não pode fazer de conta que nada se passa”, quando está em causa dinheiro público.

“Estamos a falar de respeito. É disso que se trata neste caso e só pedimos mais respeito pelos trabalhadores da TAP e pelos contribuintes”, concluiu a estrutura sindical.

A TAP defende que a renovação da frota automóvel permite uma poupança de 630 mil euros anuais, justificando que em causa estão 50 viaturas, para o qual foi feito um concurso ao mercado, tendo sido convidadas a participar seis entidades no mercado português.

O caso levou o Presidente da República a apontar à companhia aérea portuguesa “um problema de bom senso”, defendendo contenção em tempos difíceis.

 

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados