Mudaram o nome para "Salmão" por causa de um desafio e agora não conseguem voltar ao nome antigo

CNN Portugal , HCL
27 mai, 20:55
Sushi

Em Taiwan, a legislação só permite que se mude de nome três vezes. Mas nem todos os cidadãos conheciam a lei quando decidiram participar num desafio lançado por uma cadeia de restaurante. Chang, por exemplo, passou a chamar-se "Sonho de Salmão"

Os deputados do parlamento de Taiwan estão a debater uma alteração aos limites legais das alterações de nomes, depois de centenas de pessoas terem legalmente mudado os seus nomes para "Salmão" em troca de sushi grátis e de algumas terem ficado presas ao novo nome.

Em março de 2021, uma cadeia de restaurantes, a Sushiro, fez uma promoção a oferecer sushi grátis "all you can eat" (tudo o que conseguir comer, na tradução literal) a qualquer cliente que se apresentasse como "Salmão". 

Num incidente que mais tarde foi apelidado de "caos do salmão", 331 pessoas participaram no desafio, pagando, inclusive, uma taxa de administração nominal para se intitularem legalmente "Sonho de Salmão" ou "Salmão dançarino", por exemplo.

Na altura, o governo criticou a promoção, pedindo às pessoas para serem "racionais" e sublinhando que a tentativa de marketing da cadeia de restaurantes criava trabalho extra inútil para a burocracia de Taiwan.

Uma vez terminada a promoção, que durou dois dias, a maioria regressou aos seus nomes "normais". Maioria porque houve quem não conseguisse recuperar o nome antigo. Isto porque o governo de Taiwan só permite que os cidadãos mudem os seus nomes três vezes - e algumas pessoas já tinham atingido o limite.

Foi o caso de Chang, um estudante de medicina tradicional chinesa que falou ao canal UDN. Ansioso por poder desfrutar de sushi grátis, mudou legalmente o seu nome para "Chang Salmon Dream" (Chang Sonho de Salmão, traduzido para português). No entanto, rapidamente a brincadeira se transformou num pesadelo quando recebeu o seu novo cartão de identificação e foi informado pelo registo que tinha atingido o limite máximo de três mudanças de nome e que não poderia recuperar o nome antigo.

Na quinta-feira, os legisladores no parlamento nacional de Taiwan debateram propostas de emendas ao decreto sobre os nomes, com membros tanto do governo como dos partidos da oposição a apelar a mudanças para ajudar aqueles que estão presos ao nome "Salmão", ou para evitar outro "caos do salmão".

"Após o incidente do caos do salmão, algumas pessoas já tinham mudado o seu nome três vezes e agora não têm forma de os voltar a mudar", disse o legislador do New Power Party, Chiu Hsien-chih. Outros legisladores, tanto do Partido do Progresso Democrático (DPP) no poder, como do principal partido de oposição, o Kuomintang, apelaram a que se tornasse mais difícil mudar o nome.

"A nossa confiança na racionalidade cívica é demasiado baixa", disse o legislador Kuan Bi-ling, opondo-se a um aumento das restrições, justificando que o mesmo se traduzia numa intrusão na vida quotidiana das pessoas.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados