Ataque numa creche faz pelo menos 37 mortos no nordeste da Tailândia

6 out, 08:47

Atirador ter-se-á suicidado após matar a mulher e o filho. Primeiro-ministro do país já lamentou o incidente

Um ataque numa creche na província de Nong Bua Lamphu, no nordeste da Tailândia, fez pelo menos 37 mortos, incluindo 24 crianças, confirmou a polícia local esta quinta-feira, citada pela agência AFP.

"O atirador entrou por volta da hora do almoço e disparou primeiro sobre quatro ou cinco funcionários da creche", disse Jidapa Boonsom, responsável da autarquia local, citada pela Reuters. Boonsom adiantou que o atirador entrou posteriormente numa sala onde havia crianças a dormir, matando-as à facada.

Um porta-voz do primeiro-ministro da Tailândia referiu que todas as autoridades estavam sob alerta. Em comunicado, o gabinete de Prayuth Chan-ocha lamenta o incidente. "O primeiro-ministro expressou as suas condolências", pode ler-se na comunicação, citada pela CNN Internacional.

Entretanto, o portal de notícias tailandês Khaosod informou que o principal suspeito, Panya Kamrab, um ex-polícia, matou a mulher e o filho antes de se suicidar.

A Reuters escreve que os tiroteios em massa não são comuns no país, mas refere que em 2020, um soldado do exército tailandês matou 29 pessoas e feriu 57 num tiroteio, devido a um negócio mal-sucedido.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados