Carreiras de Abel Ferreira e Pipi Romagnoli voltam a cruzar-se esta quinta-feira

30 mai, 11:05
Abel e Romagnoli (foto Lance)

Os dois antigos jogadores foram apresentados como reforços do Sporting em dezembro de 2005. Quase vinte anos depois, defrontam-se na Taça Libertadores como treinadores do Palmeiras e San Lorenzo

Os percursos de Abel Ferreira e Leandro Romagonli voltam a cruzar-se esta quinta-feira. Quase vinte anos depois de terem sido apresentados juntos no Sporting, os dois antigos jogadores vão agora defrontar-se, como treinadores, na Taça Libertadores, quando o Palmeiras receber o San Lorenzo na última jornada da fase de grupos da maior competição sul-americana de clubes.

Foi no final de dezembro de 2005, na janela de mercado de inverno, que os dois antigos companheiros foram apresentados, em conjunto, como reforços da equipa comandada por Paulo Bento e, juntos, ao longo de três temporadas, conquistaram duas Taças de Portugal e outras duas Supertaças.

Abel Ferreira chegou ao Sporting por empréstimo do Sp. Braga, na altura, para colmatar a saída de Rogério, enquanto Romagnoli chegava também por empréstimo, mas da parte dos mexicanos do Veracruz. «Só o futuro dirá se a minha presença neste clube será ou não positiva. Para já, sou mais um para ajudar», destacou, na altura, Abel Ferreira, segundo recorda a reportagem da Globo sobre os dois treinadores que se vão defrontar, esta noite, no Parque Antártica.

Os dois juntos somaram três temporadas de leão ao peito, num período em que os leões voltam a apostar forte na formação, num plantel que contava com Rui Patrício, Nani, João Moutinho, Miguel Veloso, Paíto, Marco Caneira, Miguel Garcia, Carlos Martins, Custódio e Bruno Pereirinha.

Separaram-se em 2009, quando Romagnoli regressou à Argentina, para jogar no San Lorenzo. Abel Ferreira terminaria a carreira no Sporting, dois anos depois, devido a uma lesão, e, logo a seguir, começava a treinar os juniores dos leões. Romagnoli tornou-se numa grande figura no San Lorenzo, liderou a equipa à conquista da Libertadores (2014), ainda jogou até 2018, mas nunca mais deixou o clube de Almagro, desempenhando várias funções, até que, em 2020, chegou ao comando técnico da equipa principal.

Os dois antigos companheiros chegaram a cruzar-se em setembro de 2023, em Buenos Aires, numa altura em que o Palmeiras viajou até Buenos Aires para defrontar o Boca Juniors, na Libertadores e foi treinar ao estádio do San Lorenzo na véspera do jogo.

«O San Lorenzo fez uma campanha fantástica no ano passado, tem tradição, história na competição, já foi campeão... com Pipi Romagnoli que foi meu colega e um abraço para ele. O ano passado tive a oportunidade de estar com ele, é um amigo», recordou agora Abel Ferreira na antevisão do jogo.

No jogo desta quinta-feira, o Palmeiras já tem o primeiro lugar do grupo garantido, mas quer fechar esta fase sem derrotas, enquanto o San Lorenzo procura assegurar o segundo lugar que também dá a qualificação para os oitavos de final da competição.

«Não nos vamos conformar com um empate. Jogar no Brasil não é fácil e muito menos frente ao Palmeiras. Não sei se vamos conseguir ter mais bola que eles, mas sei que o San Lorenzo vai ser uma equipa dura», destacou Leandro, também conhecido por Pipi, Romagnoli, também na antevisão do jogo que está marcado para as 23h00 desta quinta-feira.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados