«Cabe-nos preparar o jogo para não darmos chances ao Mafra»

19 abr, 14:16
Nuno Campos no Tondela-Arouca (Paulo Novais/Lusa)

Treinador do Tondela, Nuno Campos, fala num «momento ímpar na vida do clube», com o Jamor à vista

O treinador do Tondela, Nuno Campos, sublinhou esta terça-feira que quer retirar as hipóteses que o Mafra tem de poder chegar à final da Taça de Portugal, no jogo da segunda mão das meias-finais, para o qual os beirões partem com vantagem de 3-0 obtida na primeira mão, em casa.

«Cabe-nos preparar o jogo de forma a pensarmos no que temos de fazer e como fazer, para não darmos chances ao Mafra de acreditar que pode estar na final. Compete-nos fazer o que trabalhámos e em campo apresentarmos aquilo que sabemos fazer. Reparámos que o Mafra fez algumas alterações, inclusive na forma de jogar, e estão a preparar naturalmente este jogo com todo o cuidado, como seria normal. Eles vão pressionar muito, ao detalhe», afirmou Nuno Campos, na conferência de imprensa de antevisão ao encontro.

O técnico dos beirões, que ainda não estava ao comando no jogo da primeira mão – era o espanhol Pako Ayestarán – frisou que o objetivo é «demonstrar claramente que não é um acaso estar nas meias-finais» e que o Tondela vai «entrar em campo para ganhar», mesmo com o 3-0 a favor na eliminatória e mesmo jogando fora. Afinal, está em jogo «fazer história e chegar ao Jamor.

«Este é um momento ímpar na vida do clube. Os jogadores podem colocar a letras douradas o seu nome na história deste clube e, parece-me, pode não ficar por aqui. Esta pode ser a primeira vez e eles têm a noção clara desse feito histórico que pode acontecer e eu tenho feito para que eles tenham essa noção», referiu.

Questionado sobre se é mais importante este jogo da Taça ou o próximo no campeonato, com o Vitória de Guimarães, até porque o Tondela está em zona de descida, Nuno Campos não priorizou um ao outro, indo jogo a jogo.

«Quando jogarmos com o Vitória, passa a ser o mais importante, porque vai ser no momento seguinte, neste momento o jogo mais importante é o de Mafra, porque é o seguinte e agora o que importa é ganhar este jogo, é passar esta eliminatória», respondeu, garantindo nesse sentido que a equipa inicial não vai sofrer grandes alterações.

«Vai entrar em campo uma equipa que dá mais garantias ao clube e à equipa técnica de forma a defrontar o Mafra por dois motivos: porque numa meia-final não há gestão de coisa nenhuma e em função de ser um marco histórico e importante para a vida do clube», referiu, destacando que o Mafra merece todo o respeito.

O Mafra-Tondela, que tem lotação esgotada, joga-se a partir das 20h15 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Mafra, num jogo que tem arbitragem de Manuel Oliveira e pode ser acompanhado, ao minuto, no Maisfutebol.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados