Detido suspeito de enviar carta com explosivos a Pedro Sánchez e à embaixada da Ucrânia

25 jan, 10:03
Autoridades espanholas

Homem de 74 anos foi detido em Miranda de Ebro, em Burgos

A Polícia Nacional deteve o suspeito de ter enviado cartas com explosivos ao primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez a 24 de novembro, assim como para o Ministério da Defesa e a Embaixada da Ucrânia em Espanha, avança a Europa Press.

De acordo com o jornal espanhol, o suspeito é um reformado de 74 anos e foi detido em Miranda de Ebro, em Burgos.

A primeira missiva foi detetada a 24 de novembro, dirigida ao presidente do governo, tendo sido enviada em correio normal. Terão sido enviadas pelo menos outras cinco cartas e, na embaixada da Ucrânia, um segurança ficou ferido na explosão de um dos envelopes.

A 3 de janeiro, o juiz da Audiencia Nacional que coordenava este caso concordou em abrir uma nova linha de investigação no caso, a fim de realizar uma série de investigações tecnológicas.

Europa

Mais Europa

Patrocinados