Sub-21: Bielorrússia-Portugal, 1-5 (crónica)

4 jun, 16:16
Fábio Vieira

Mão cheia e um pé no Europeu

Cinco golos, três pontos e o apuramento ao alcance da mão.

Portugal goleou esta tarde a Bielorrússia, por 5-1, e está com um pé na fase final do Europeu de sub-21.

Uma mão cheia que deixa a seleção com um pé no Europeu: são cinco os pontos de vantagem sobre a Grécia (2.ª classificada) quando faltam disputar apenas seis.

Está quase.

Esta tarde, com uma demonstração cabal de superioridade em Yerevan (Arménia), casa emprestada dos bielorrussos, a equipa de Rui Jorge só não resolveu o jogo antes do intervalo graças a uma extraordinária exibição de Makavchik.

O guardião bielorusso defendeu o que pôde até ficar nos balneários após 45 minutos em que fez um punhado de grandes defesas.

Só não travou o remate fulminante de Fábio Vieira, que aos 33m consubstanciou o domínio luso durante a primeira parte.

Portugal chegava com facilidade à área contrária, mas lá na frente Gonçalo Ramos e Henrique Araújo esbarravam na parede bielorussa.

Gonçalo haveria de encontrar o caminho do golo aos 49m, ao corresponder a um excelente cruzamento de João Mário.

O maestro Fábio Vieira haveria de bisar poucos minutos depois (55m) ao converter uma grande penalidade, por falta sobre Fábio Carvalho, antes de sair lesionado.

Foi já sem o craque portista em campo que David da Costa haveria de selar uma estreia de sonho com um golo. O médio do Lens recebeu um presente de Francisco Conceição e aproveitou para fazer o quarto, aos 79m.

A fluidez dos pequenos craques soltava o talento lá na frente. Ainda assim, a Bielorrússia haveria de alcançar o golo de honra com Vasilevich, que saltou do banco, a rodar e rematar cruzado em cima do minuto 90.

Contagem fechada? Nem por isso. Porque Vítor Oliveira – ou Vitinha, se preferir –, que já havia sido decisivo no quarto, ao recuperar a bola, haveria de mostrar toda a sua potência num disparo fortíssimo de fora da área para fazer o 5-1 já nos descontos.

Vitória gorda e merecida de Portugal, que já havia garantido o play-off e agora está cada vez mais perto de sentenciar o apuramento direto para o Euro que se disputa no próximo ano na Roménia e Geórgia. Esse feito que pode acontecer já na próxima terça-feira, na visita ao Liechtenstein – que ainda não tem qualquer ponto ou golo marcado.

Perante tal demonstração de superioridade, fica a ideia de que será uma questão de tempo.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados