Cinco dos oito são-tomenses desaparecidos regressaram ao estágio

29 nov 2019, 19:56
Sub-18: jogo entre Portugal e São Tomé

Atletas da seleção sub-18 tinham deixado concentração em Cascais

Cinco dos oito jogadores da seleção de sub-18 de São Tomé e Príncipe que saíram, na noite de quinta-feira, de um hotel de Cascais já regressaram, disse um responsável da federação são-tomense, citada pela Lusa.

«Tinham saído oito, e um regressou logo ontem [quinta-feira] à noite. Os outros foram regressando ao longo do dia de hoje», afirmou o primeiro vice-presidente da Federação São-Tomense de Futebol, Adalberto Catambi.

O responsável da federação explicou que os jovens se ausentaram para ir ter com familiares que vivem em Portugal.

«Alguns queriam estar mais tempo com os familiares e foi uma forma de estar com eles», justificou Adalberto Catambi, que acrescentou que «alguns jogadores diziam que pensavam ficar [em Portugal]», mas foram aconselhados pelos pais, em São Tomé, a não o fazer porque os progenitores tinham assinado declarações de compromisso.

Quanto aos atletas que ainda não regressaram, o mesmo dirigente garante que estão a ser tomadas todas as diligências para que eles regressem a tempo de voltar para o país africano.

«Estamos nesse trabalho», referiu, indicando que a equipa tem o voo de regresso marcado para as 00h05 de sábado.

Questionado se esta era uma situação frequente, comentou que «já houve situações semelhantes e nem todos regressam» ao seu país.

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Mais Lidas

Patrocinados