No dia em que Anastasiia chegou à escola, no Cacém, todos pararam. "É uma ucraniana! É uma ucraniana!"

Sofia Marvão , Carolina Figueiredo
18 jun, 08:00
Anastasiia Savitska

Anastasiia veio da Ucrânia há três meses, e frequenta uma escola portuguesa há apenas um. Não fala português nem inglês, mas a tecnologia ajuda a contornar a barreira da língua

O ginásio da escola enche-se com a azáfama de uma quinta-feira. Ténis derrapantes chiam pelo chão entre exclamações eufóricas. "Atira a bola!", "Aqui, aqui!". No centro, um grupo de raparigas passa uma bola de basquete entre si, num aquecimento ainda preguiçoso. Entre uma dezena de cabeças morenas, Anastasiia faz-se notar mesmo que não o queira: de sorriso tímido, olhos vacilantes entre os colegas e o chão, e uma farta cabeleira loira envolvida num rabo-de-cavalo, que baloiça enquanto gira a cabeça para acompanhar a trajetória da bola.

VEJA O STORYTELLING DA CNN PORTUGAL

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados