Amorim: «Não vale a pena pensar em títulos, mas isto ainda não acabou»

29 set, 12:31

Treinador do Sporting reconhece má fase da equipa, que tem de «ganhar todos os jogos daqui para a frente»

A paragem para os compromissos das seleções nacionais aconteceu após uma derrota no Bessa e com o Sporting a ver o líder Benfica a 11 pontos. O treinador dos leões, Ruben Amorim, reconheceu que a equipa atravessa um mau momento, mas não quis colocar a pressão extra da classificação.

O Sporting já perdeu tantos pontos esta época como em toda a temporada passada e, apesar da longa distância para o líder, o treinador está satisfeito com o «nível exibicional» da equipa.

«Acima de tudo já passámos por esta situação. Sabemos que são situações difíceis, mas já demos a volta. Tivemos derrotas, mas depois tivemos vitórias seguidas, ganhámos na Liga dos Campeões, ganhámos no campeonato. Acima de tudo não estamos a ser consistentes nos resultados, mas a meu ver, nas exibições, temos mantido um bom nível. Se olharmos para os jogos que perdemos, penso que no fim o resultado é injusto, mas isso vale o que vale. Não aconteceu só uma vez, aconteceu mais vezes, portanto há alguma coisa que não estamos a fazer e foi isso que trabalhamos durante a semana com os jogadores que temos», destacou o treinador em conferência de imprensa.

A derrota com o Boavista, no último jogo, interrompeu a recuperação dos leões e o jogo do Bessa esteve em especial análise na paragem para as seleções. «Trabalhamos bem, fizemos um jogo treino e aproveitámos todos os minutos para tentar alterar coisas que temos de alterar. Lembrar que no jogo com no Bessa, o Boavista chegou à nossa área três ou quatro vezes. Olhámos muito para esses lances. A linha defensiva, a forma como nos temos de adaptar quando queremos ir para cima do adversário. Trabalhámos isso e ajudámos o Arthur a entrar na nossa dinâmica», destacou.

Para o treinador, a classificação não pode condicionar a equipa. «Em relação à tabela, não podemos ficar nervosos com isso, mas temos de ter noção. Se durante dois anos fomos tão existentes e consideramos a época passada escassa, temos de ter noção de onde estamos», assumiu.

Amorim admite que a situação no campeonato é difícil e, nesta altura, prefere não pensar na conquista do título. «São 11 pontos, são muitos pontos. Estamos na sétima jornada e não vale a pena estarmos a fazer contas. No ano passado, estávamos a fazer contas com três pontos de atraso e senti a equipa muito ansiosa por ter de os recuperar, portanto, não vou estar a falar em títulos. O Sporting é sempre candidato a títulos, quando iniciámos a época dissemos que queríamos os títulos todos, mas sabemos do momento em que estamos. Não vale a pena pensar em títulos, no fim fazemos as contas e toda a gente vai assumir a responsabilidade e eu serei o primeiro. Mas isto ainda não acabou. Ainda há muitos pontos e títulos em disputa. Não há que pensar na tabela, é ganhar todos os jogos daqui para a frente», destacou.

A verdade é que o Sporting está a onze pontos do Benfica, a nove do Sp. Braga e a seis do FC Porto. «E a cinco do Boavista e do Portimonense. Temos noção completa do momento em que estamos. Os objetivos são vencer os jogos todos até ao fim do campeonato e depois no fim faz-se as contas. Volto a dizer que a paragem não é boa quando o último jogo é uma derrota. Se fosse uma vitória era uma paragem bem-vinda porque temos jogadores a recuperar, vínhamos de um ciclo intenso, temos um plantel curto e serviria para descansar. Aproveitámos bem esses momentos, mas a paragem não foi boa. Quando uma equipa grande perde quer sempre jogar no dia a seguir. Sei da minha responsabilidade e se o ano passado foi escasso, neste estamos muito atrasados», destacou ainda.

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados