Amorim e a falta de avançados: «Não temos nem um euro para gastar»

12 ago, 12:58

Treinador do Sporting diz que poucas opções no plantel é preço a pagar para manter a «base»

A falta de opções do Sporting para a posição de avançado-centro não preocupa Ruben Amorim. O treinador dos leões garantiu que não há fôlego financeiro para atacar o mercado e avisou que o clube está a esforçar-se para manter os melhores jogadores, sendo que a pouca profundidade do plantel é o preço a pagar.

«Não temos mais um euro para gastar. Dizem que falta este ou aquele jogador... o que fazemos é usar a polivalência de alguns porque, de outra forma, não conseguiríamos manter o Matheus Nunes, o Pote, etc. Fizemos o máximo que podíamos para manter a base. Se tivermos de arriscar só ter um avançado de área… Este é o nosso projeto e há jogadores que têm de sair quando pagam a sério por eles», vincou o técnico em conferência de imprensa.

«Essa é a nossa ideia, não controlamos o mercado nem temos mais um euro aqui, está tudo 'esticadinho' ao máximo. Vamos fazer esforço? Qual esforço? Abdicar do projeto que temos? Não vamos fazer as coisas à pressa como no passado. Se tivermos de arriscar com miúdos, vamos arriscar. O grande problema foi sermos campeões no primeiro ano. Se não, diziam que precisávamos de tempo para construir. Assim, pensam que é tudo de um momento para o outro. Não vamos dar passos maiores que a perna. Não há reforços sem qualquer saída», salientou.

Apesar de ter poucas soluções, Amorim considera que o Sporting é «mais equipa» do que na época passada, já que tem características que «faltaram no final do ano passado».

«O Rochinha veio dar outras opções. Pode jogar encostado à linha ou no meio. O Fatawu precisa de treino, mas tem umas características muito boas e precisa de espaço para crescer. O Marcus [Edwards] está melhor, pode jogar por dentro. O Morita veio dar qualidade, com uma relação muito boa com bola. O Ugarte tem mais um ano e, portanto, está melhor. O St. Juste tem umas características diferentes às do Feddal e mandámos o Inácio para a esquerda. Se os jogadores se mantiverem mais um ano vão ser sempre melhores. Temos é de ganhar jogos, é claro que somos uma equipa mais forte e dominadora», rematou.

O Sporting recebe o Rio Ave este sábado, em jogo da segunda jornada da Liga, às 20h30. Poderá acompanhar a partida AO MINUTO no Maisfutebol.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados