Carlos Moedas: «O Ruben Amorim hoje é um verdadeiro leão»

20 mai, 18:42

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa distribuiu elogios do presidente ao roupeiro do clube, sem esquecer Manuel Fernandes

Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, deu início à cerimónia de homenagem ao Sporting pela conquista do título de campeão, enaltecendo o clube, o presidente, a equipa técnica, os capitães e o roupeiro Paulinho, antes de anunciar que vai entregar a medalha da cidade ao Manuel Fernandes, «o eterno capitão» dos leões.

O anfitrião da Câmara de Lisboa começou por dirigir-se ao presidente do clube, ao «querido Frederico Varandas». «Prometeste e fizeste, um grande obrigado». «Bem-vindos campeões, bem-vindos a esta casa que também é vossa. Hoje Lisboa é verde-e-branca, hoje a cidade vive a glória do Sporting Clube de Portugal, a glória que vem do esforço, da dedicação e de muita devoção. Hoje esta praça está cheia, no dia 5 o Marquês esteve cheio, cheio de felicidade, de alegria que se espalhou pelos corações de milhões, em todo o país, todo o mundo e todo o continente», começou por enunciar no Salão Nobre.

Carlos Moedas dirigiu-se depois ao treinador Ruben Amorim, dizendo que «hoje é um verdadeiro leão», arrancando um sorriso do líder da equipa técnica. «O Ruben, quando foi apresentado, disse aquela frase histórica: “E se corre bem?”. Passado quatro anos já foi campeão duas vezes», destacou.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa dirigiu-se depois para a equipa e para três jogadores em particular. «Três figuras enormes que representam a união. O Sebatian Coates, o patrão! Nos momentos mais difíceis nunca desististe, ficaste sempre, deste sempre a cara, és um verdadeiro exemplo do que é ser um líder. Ao Antonio Adán, um homem que entrou campeão e saiu campeão. Fizeste o último jogo pelo Sporting, mas tenho a certeza de que vais ficar no coração de todos. E tu Luís Neto, tu disseste que todo este caminho começou no dia 26 de maio de 2023. No dia em que a equipa disse que nada ia ser igual e nada foi igual. Sonharam e conquistaram, isto é o mérito dos capitães e de toda a equipa», referiu.

Os elogios seguiram depois para o diretor desportivo. «O trabalho do Hugo Viana que foi simplesmente fantástico. Foi cirúrgico, foi nos detalhes que fez a diferença e merece o nosso reconhecimento».

Também para o presidente. «O Frederico veio cá à Câmara e disse que eu vou cá voltar. Ele tem algo absolutamente extraordinário, é um verdadeiro líder porque tem três características: sabe rodear-se, sabe ouvir e sabe fazer. Foi o homem que soube rodear-se com o Hugo [Viana] e com o Ruben [Amorim]. Foi com trabalho que promoveu uma revolução silenciosa. O Frederico Varandas mostra que o conta não é falar, é fazer. Frederico o desporto português deve-te muito», prosseguiu.

Depois mais um momento alto, quando Moedas se referiu a Paulinho, o roupeiro do Sporting. «Paulinho, o roupeiro que todos amam. «O Paulinho é uma instituição dentro da instituição. Pode não marcar tantos golos como o nosso outro grande Paulinho que está aqui, mas mostra-nos que com trabalho nenhum sonho é impossível. Obrigado pelo teu exemplo», referiu ainda.

A terminar, uma referência ao «grande» Manuel Fernandes. «Com o voto de todos os vereadores, vamos atribuir a medalha da cidade ao Manuel Fernandes, a esta lenda, ao eterno capitão que hoje passa um momento tão difícil», destacou ainda Carlos Moedas.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados