Amorim: «Baixas? O Dortmund continua a ter o Bellingham, Witsel, Reus...»

23 nov, 19:15

Treinador do Sporting diz que a equipa alemã é «favorita», mas acredita que o Sporting pode vencer

PUB

Ruben Amorim está convencido que o Sporting pode fazer mais e melhor do que fez no primeiro jogo com o Borussia Dortmund esta quarta-feira, quando voltar a defrontar a equipa alemã, em jogo da quinta eliminatória da fase de grupos da Liga dos Campeões. O treinador considera mesmo que a sua equipa foi a que mais progrediu desde o arranque da competição e, desta forma, pode combater o «favoritismo dos alemães.

«Acredito sempre que equipa é capaz de fazer mais e melhor. Sempre dissemos que estamos nesta competição para competir, para passar à próxima fase, mas sabemos que também temos menos experiência. O Ajax, nesta altura, é claramente a melhor equipa do grupo, mas o Dortmund está habituado a esta competição. Defensivamente estivemos bem no jogo lá, mas temos de ser melhores ofensivamente. Acredito sempre que podemos ganhar o próximo. O Dortmund está mais habituado a estes momentos, mas vamos dar o máximo para vencer», começou por destacar na antevisão do jogo.

PUB

O Sporting começou por ser goleado pelo Ajax, depois voltou a perder, pela margem mínima, na Alemanha, antes de ganhar os dois jogos ao Besiktas. Uma melhoria nos resultados desportivos a acompanhar o crescimento da equipa.

PUB
PUB
PUB

«Peno que sim, mas também penso que era a equipa que tinha mais margem para crescer. Os dois jogos com o Besiktas ajudaram muito, mas as baixas no Besiktas também ajudaram. A recuperação de certos jogadores também foi importante. Não tínhamos pontos, tínhamos vários golos sofridos, mas melhorámos e isso trouxe confiança. A parte ofensiva vem da parte psicológica. É isso que queremos melhorar para amanhã. O Dortmund é favorito, sabemos que um empate ajuda o Dortmund, mas vamos tentar ganhar», prosseguiu.

Na Alemanha, Ruben Amorim apostou em Tiago Tomás a pensar nas transições, mas o jogo deste quarta-feira será diferente. «O que quero é que os jogadores entendam o momento do jogo. Se tivermos que defender, defendemos. Se podermos atacar, atacamos. Podemos ter bola, podemos ser mais agressivos. Lá variámos o jogo bem, mas tivemos pouca agressividade. Temos o plantel todo, tirando o Jovane e o Vinagre, mas não jogaram lá. Espero uma equipa preparada para todos os momentos. Temos a certeza que o Dortmund nos vai empurrar para a nossa baliza, mas somos bons a defender a nossa baliza», destacou.

PUB
PUB
PUB

O Dortmund chegou a Lisboa com várias baixas no plantel. Haaland está lesionado, Hummels está castigado e Thorgan Hazard contraiu covid-19, mas Rube Amorim desvaloriza esse fator. «Da mesma forma que não dei muita conversa quando tivemos baixas, agora também não valorizo. Mesmo no jogo com o Ajax, a perder 2-0, o Neto saiu a meio. Mesmo com todas essas baixas, o Dortmund continua a ter o Bellingham, o Witsel, o Reus, o Guerreiro.... É uma equipa que, mesmo com as baixas, tem plantel para mudar a equipa quando precisa. Vai ser sempre o melhor Borussia e o melhor Sporting, independentemente dos nomes que apareçam na ficha», referiu ainda.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.

Sporting

Mais Sporting