Ruben Amorim: «Quis deixar o Matheus Nunes alerta»

Ricardo Gouveia , Estádio de Alvalade
21 jan, 19:09

Treinador explicou ausência do médio e a opção por Daniel Bragança no jogo com o Vizela

Daniel Bragança ganhou o lugar a Matheus Nunes no último jogo do Sporting com o Vizela e, na altura, Ruben Amorim justificou a alteração com o «rendimento» que os dois jogadores apresentaram durante a semana. Agora, na antevisão do jogo com o Sp. Braga, o treinador aprofundou a questão e reforçou que quis deixar Matheus «em alerta» e, ao mesmo tempo, compensar o «trabalho» de Dani.

«É o desafio de todos os treinadores. Quando falei do Matheus foi para o deixar o Matheus alerta, para dar atenção ao que o Dani tinha estado a fazer, nada mais do que isso. Fiz o que todos treinadores fazem. Somos uma equipa em que temos de trabalhar muito, temos um ano de trabalho, estamos melhores, mas se não estivermos no máximo, não vamos ganhar os jogos», começou por destacar.

Para o treinador é normal que os jogadores tenham «baixas» de forma ao longo da época e que outros aproveitem a oportunidade. «É normal que alguns jogadores possam baixar, mas também frisei que o Matheus é um exemplo, é um miúdo fantástico, um exemplo de trabalho. Queremos deixá-los sempre alerta e no máximo porque só dessa forma é que podemos ganhar», reforçou.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados