«Leça é exemplo daquilo que é ser profissional no amador»

10 jan, 17:13
Santa Clara-Sporting (Eduardo Costa/Lusa)
Santa Clara-Sporting (Eduardo Costa/Lusa)

Carlos Fernandes, adjunto de Amorim, desvalorizou terreno de jogo e elogiou a equipa do Campeonato de Portugal

PUB

O Sporting vai defrontar o Leça em Paços de Ferreira, mas desvaloriza a mudança do local do jogo dos quartos de final da Taça. O treinador adjunto dos leões, Carlos Fernandes, destacou que o campeão nacional não parte em vantagem por jogar fora de Leça da Palmeira.

«Não foi tema entre nós. Como sempre, gostávamos que as equipas jogassem em casa, juntos dos seus adeptos. Não é uma vantagem para nós, de certeza que os adeptos do Leça vão apoiar tal e qual e o Leça não vai jogar de forma diferente por causa disso. É um relvado natural, também já jogam em relvado natural, não é por aí. Estamos prontos, apenas isso», disse o técnico na conferência de antevisão esta segunda-feira.

PUB

O adjunto da turma de Alvalade explicou como foi feita a preparação com os jogadores, apontando ao percurso do adversário na prova rainha, mas também ao historial do plantel matosinhense. «Vamos jogar com o Leça para a Taça de Portugal, uma competição diferente que queremos ganhar. Preparámos bem o Leça no sentido em que alertámos os jogadores para esse facto, é uma equipa que já eliminou dois clubes da Liga, um plantel com jogadores que na formação estiveram em campeonatos nacionais, ou seja, é um grupo que, por um motivo ou por outro, não conseguiu entrar nos campeonatos profissionais e estão no limiar, num clube que está em primeiro e tem dominado na sua série», admitiu ainda o adjunto de Ruben Amorim.

PUB
PUB
PUB

Carlos Fernandes teceu rasgados elogios ao Leça e à variabilidades do sistema tático do conjunto do Campeonato de Portugal. «Pelo trabalho que têm feito, achamos que é um exemplo daquilo que é ser profissional no amador, ou seja, quem olha para os jogos do Leça no campeonato percebe que é uma equipa que está sempre a atacar, com muito domínio. Mas depois, na Taça, como com o Arouca e Gil Vicente, demonstrou que também tem uma capacidade de mudar o seu sistema. No campeonato jogam em 4-3-3, na Taça têm mudado para um 5-4-1 ou 5-3-2. Estamos preparados para várias eventualidades e queremos ganhar», sublinhou.

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados