«Lançámos sementes e o Sp. Braga vai tirar dividendos financeiros»

14 jan, 13:51
Carlos Carvalhal no Sp. Braga-Famalicão (Hugo Delgado/Lusa)

Carlos Carvalhal voltou a sublinhar a aposta na formação

Antes do embate frente ao Marítimo, Carlos Carvalhal voltou a reforçar a ideia de renovação do plantel do Sp. Braga e assinalou a fornada de jogadores das camadas jovens que têm integrado os trabalhos do plantel principal.

«Vamos a todos os jogos para vencer, a motivação não pode faltar porque jogam num clube como o Braga. Temos uma grande motivação pelos muito jovens, que têm energia e vontade de se mostrar. Hoje, tivemos 12 jogadores da formação no treino, num grupo de 23 ou 24», disse o técnico dos arsenalistas, referindo ainda que o clube «está em transformação em relação a um passado recente».

«Estamos a preparar o presente, mas, fundamentalmente, o futuro e isso é muito aliciante para nós, treinadores. Estamos a lançar sementes que o Braga vai tirar dividendos de certeza absoluta, quer por ter uma base ‘made in’ Braga e encaixes financeiros», frisou.

Carvalhal, também ele formado no emblema minhoto, lembrou a «alegria» que viveu quando foi lançado por Quinito e deixou ainda o apelo aos adeptos que «percebam que os miúdos precisam de muito apoio e carinho para darem o melhor de si».

Na próxima jornada da Liga, o Sp. Braga tem pela frente o Marítimo, que vive a melhor fase da época e vem de duas vitórias consecutivas. Os arsenalistas estão cientes das dificuldades e Carvalhal deixou elogios ao treinador adversário.

«Tenho seguido a carreira do Vasco [Seabra], gosto do seu estilo, estamos à espera de um Marítimo a querer discutir o jogo e isso será excelente para a partida. Temos que ter as devidas precauções e respeito em função dos últimos resultados do Marítimo, mas estamos em Braga, perante os nossos adeptos e queremos vencer», projetou.

Eliminado das taças, o Sp. Braga terá um início de ano mais desanuviado, mas o técnico minhoto ressalva o «aperto» em fevereiro, quando jogar com os moldavos do Sheriff, nos 16 avos de final da Liga Europa.

«Já vi no calendário e vamos jogar quinta e domingo e é um estouro terrível», afirmou.

Quanto a eventuais contratações, só «numa situação extraordinária» o clube irá ao mercado e a política mantém-se em «olhar para dentro, para as equipas B, sub-23 e sub-19».

Vitinha, já recuperado da covid-19, pode ir a jogo. Em sentido oposto, Al Musrati e Bruno Rodrigues, castigados, são baixas garantidas, à semelhança de Sequeira e Castro, que recuperam de lesões.

A receção do Sp. Braga ao Marítimo, a contar para a 18.ª jornada da Liga, está agendada para este sábado às 18h00.

Relacionados

Patrocinados