Sp. Braga: SAD anuncia um resultado positivo de 3,1 milhões de euros em 21/22

28 set, 16:55
Estádio Municipal de Braga, Nº de jogos – 4 Acumulado – 18,80 Média - 4,70

Temporada anterior foi concluída pela SAD bracarense com capitais próprios de 42,2 milhões de euros, o valor mais elevado de sempre

A SAD do Sp. Braga apresentou esta quarta-feira um resultado líquido positivo de 3,1 milhões de euros na temporada de 2021/22.

Este resultado positivo surge depois de um exercício negativo registado na época transata, com um prejuízo de 1,9 milhões de euros.

A sociedade bracarense soma ainda um EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de 12,3 milhões de euros (6,8 milhões de euros em 2020/21), números que não incluem os ganhos associados à transferência de David Carmo (concluída já no decorrer do exercício económico 2022/23) para o FC Porto por 20 milhões de euros.

Explica a SAD liderada por António Salvador que contribuíram decisivamente para este resultado os rendimentos operacionais (excluindo operações com direitos de atletas) no valor de 29,5 milhões de euros e as vendas dos direitos de atletas na ordem dos 22,2 milhões de euros, num total superior a 52 milhões, a segunda cifra mais elevada da história da organização.

Os gastos operacionais (excluindo operações com direitos de futebolistas) decresceram cerca de um milhão de euros, principalmente devido à redução em 8 por cento dos gastos com o pessoal.

A temporada anterior foi concluída pela SAD do Sp. Braga com capitais próprios de 42,2 milhões de euros, o valor mais elevado de sempre, e uma autonomia financeira superior a 46 por cento.

O passivo voltou a descer - de 54,5 milhões de euros para 49,1 milhões –, tal como o ativo (91,4 milhões esta época face aos 93,7 milhões da temporada anterior).

O relatório e contas, refira-se, será apreciado e votado em assembleia geral de acionistas a 25 de outubro, às 18h00, no auditório do Estádio Municipal de Braga.

Relacionados

Patrocinados