Sp. Braga inaugura Cidade Desportiva com presidente do PSG na plateia

Sérgio Pires , Cidade Desportiva do SC Braga
5 set 2023, 00:08

Investimento de 47 milhões de euros foi suportado totalmente pelo clube

Um hotel com mais de 150 camas, dez campos de futebol, pavilhão com 1400 lugares, que é a nova casa das modalidades, nova loja do clube, ginásios, salas de convívio, refeitório, enfim, um sonho tornado realidade.

Após 47 milhões de euros investidos pelo clube, a segunda fase da Cidade Desportiva do Sp. Braga foi esta segunda-feira inaugurada e nem o presidente do Paris Saint-Germain faltou ao descerrar da placa.

Acompanhado pelo empresário Jorge Mendes e por Antero Henrique, antigo diretor desportivo do clube parisiense, Nasser Al-Khelaïfi, também CEO da Qatar Sports Investment [QSI], detentora de 21,67% da SAD do Sp. Braga, mostrou-se «orgulhoso» numa curta declaração aos jornalistas à saída da gala que assinalou o momento.

«Portugal é um país de futebol e é impressionante o que o Sp. Braga tem feito pelo futebol. O presidente [António Salvador] está a fazer um trabalho incrível. Estou orgulhoso como CEO da QSI», destacou Al Khelaifi, que atualmente é também presidente da Associação Europeia de Clubes.

Conheça melhor a nova Cidade Desportiva do Sp. Braga

Em dia de festa, António Salvador tomou da palavra para salientar a concretização de um projeto de muitos anos, cuja construção acelerou em plena pandemia.

«Foi uma construção suportada na íntegra pelo Sp. Braga, que não beneficiou de qualquer incentivo público ou de acesso a fundos comunitários. Temos o objetivo de ter todo o investimento amortizado até 2025, o que coincide com o fim do meu mandato», salientou o presidente dos arsenalistas, acrescentando o impacto desportivo e social desta infraestrutura, que inclusivamente «será importante no apoio à candidatura de Portugal à organização do Mundial 2030».

A cerimónia contou com a presença de Ana Catarina Mendes, Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, em representação do Governo, tal como João Paulo Correia, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, e também de Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, e dos presidentes da Liga, Pedro Proença, e da FPF, Fernando Gomes.

Este último salientou o crescimento sustentado do clube minhoto nos últimos anos, revelando que esse até já foi tema de conversa com o próprio presidente da UEFA, que fez questão de enviar uma mensagem vídeo a congratular os minhotos.

«Costumo dizer a Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, que o Sp. Braga ultrapassou as raízes e se tornou num clube de verdadeira dimensão europeia», afirmou o líder da FPF perante uma plateia de centenas de pessoas, que contou com a presença do plantel profissional do Sp. Braga, além de atletas dos escalões de formação de diversas modalidades, bem como antigos jogadores do clube e muitos adeptos.

Depois do lançamento da primeira pedra, em 2016, a Cidade Desportiva, implantada num terreno de 25 hectares cedido pela autarquia junto ao Estádio Municipal, ganhou forma e tornou-se realidade.

«Esta infraestrutura, com instalações de topo, coloca o Sp. Braga na vanguarda dos clubes europeus», salientou o presidente da Liga, Pedro Proença.

A obra está, porém, ainda longe de estar terminada. Em 2024 estará concluído o miniestádio, com capacidade para 2400 espectadores, que será a casa da equipa B, dos sub-23 e da equipa sénior feminina. E, depois dessa empreitada, haverá outra: o novo museu do clube, com seis áreas temáticas, que até motivou uma promessa do presidente António Salvador.

«Posso anunciar desde já que o novo museu será inaugurado a 19 de janeiro de 2025, dia de aniversário do clube», revelou o dirigente visivelmente orgulhoso da já designada por «nova fortaleza dos guerreiros».

VÍDEO: CIDADE DESPORTIVA DO SP. BRAGA

Relacionados

Patrocinados